Carvão, petróleo e gás: um memorando de entendimento entre Moçambique e Japão

In Debates and Public Life

<p>A Ministra dos Recursos Minerais de Moçambique, Esperança Bias, efectua de 16 a 20 de Fevereiro uma visita de 5 dias ao Japão, no âmbito do reforço da cooperação entre os dois países, informou o ministério em comunicado divulgado em Maputo.</p>

 

De acordo com o comunicado, a ministra assinará um memorando de entendimento com o titular da pasta do Economia, Comércio e Indústria do Japão centrado na cooperação nos sectores do carvão, petróleo e gás e participará num seminário sobre o desenvolvimento de recursos minerais em Moçambique.

 

 

O principal objectivo do memorando é o aumento da participação de empresas japonesas em acções de prospecção, pesquisa e desenvolvimento destes recursos em Moçambique, contribuindo para a melhoria da economia e da vida da população moçambicana.

 

A deslocação da ministra moçambicana ocorre pouco tempo depois da visita a Moçambique do vice-ministro da Economia, Comércio e Indústria do Japão, Tadahiro Matsushita, que solicitou a Maputo a entrega tão rápida quanto possível da licença mineira para a exploração de carvão ao grupo japonês Nippon Steel Corp.

 

Duas empresas japonesas, a Nippon Steel Corp e a Mitsui, encontram-se a trabalhar na pesquisa e prospecção de carvão mineral e gás na província de Tete e na bacia do Rovuma, respectivamente.

 

O grupo japonês Nippon Steel Corp. que, nos finais de 2011, anunciou um projecto de produção de carvão de coque em Revubué, na província de Tete, pretende iniciar, ainda este ano, a instalação do equipamento para que, até 2014, entre na fase de exploração efectiva do mineral. De acordo com fonte governamental, o primeiro-ministro de Moçambique, Aires Ali, deverá nos próximos dias também visitar o Japão.

 

Source

Macauhub 

Submit a comment