Empresa australiana descobriu depósitos de terras raras em Moçambique

In Debates and Public Life

<p>A empresa australiana Kimberley Rare Earths (KRE) identificou depósitos de terras raras com “elevado valor industrial” na região de Malilongue, zona fronteiriça com a Zâmbia, na província de Tete, anunciou a empresa na passada sexta-feira.</p>

Malilongue fica situada no distrito de Zumbo, a cerca de 300 quilómetros a oeste da cidade de Tete, não tendo até à data sido objecto de qualquer exploração mineral sistemática.Em comunicado divulgado na sua página electrónica, a KRE informa que prospecções efectuadas com a sua parceira Great Western Mining, a partir de voos feitos em 2008, provaram a existência potencial desse tipo de minerais naquela zona.

 

A exploração radiométrica é considerada como uma técnica geofísica de confiança para descobrir depósitos de areias raras e, neste caso, os dados “revelam uma série de alvos de alta prioridade que merecem imediata pesquisa no terreno”, o maior dos quais, denominado Vundo, tem três quilómetros de extensão.

 

A KRE pretende agora realizar levantamentos radiométricos do solo, geoquímica e programas de produção de mapas geológicos para decidir onde perfurar, devendo o primeiro furo ocorrer depois de Março, finda a presente época das chuvas.

 

As terras raras ou metais de terras raras são um grupo de 17 metais descritos como leves ou pesados em função da sua posição na tabela periódica dos elementos químicos, tendo aplicações de alta tecnologia, por exemplo, componentes aeroespaciais, lasers, supercondutores eléctricos e imãs. 

 

Source

macauhub

 

Originally Published 2012-02-27

Submit a comment