Con Google Street View alla scoperta delle barriere coralline

In The Radar

<p><em>Un team australiano si prepara a fotografare migliaia di foto panoramiche sferiche sommerse grazie al nuovo strumento di big G: Google Shark, una Google Car degli abissi marini. Grazie a questo progetto, sarà possibile immergersi tra le più maestose barriere coralline del pianeta. </em></p><p> </p><p><em></em></p>


Dopo Pompeia, i grandi musei, l’Amazzonia e l’Artico, Google Street View si tuffa tra i coralli.
Il progetto Catlin Seaview Survey analizzerà 20 location su una lunghezza di 2300 chilometri lungo questo ecosistema australiano utilizzando la telecamera Google Shark, capace di scattare foto in sferiche in sequenza. Google Shark potrà spostarsi alla velocità di quattro chilometri all’ora. Le prime immagini disponibili on line danno un’idea delle enormi potenzialità di questo nuovo strumento che arriverà a scattare oltre 50000 fotografie panoramiche.


A rapidez de deslocamento deste «Google Shark» será na ordem dos quatro quilómetros por hora. As primeiras imagens já estão em linha e a qualidade das imagens dará uma visão vertiginosa sobre as possibilidades desta nova ferramenta, que conseguirá reunir 50 mil panoramas.

A tecnologia permitirá ainda sensibilizar o público para a biodiversidade dos fundos marinhos, embora não seja o único propósito da campanha. Os investigadores da Universidade de Queensland, na origem do projecto, fizeram um inventário exaustivo sobre todas as espécies de corais, peixes e outras espécies marinhas.

Haverá mesmo um sistema que fará o reconhecimento das imagens de forma automática, fornecerá dados precisos, avaliará uma espécie de megafauna (tubarão tigre, tartarugas gigantes, etc) dando informações específicas sobre a posição real destes animais.

Com isto, os cientistas esperam poder monitorizar o comportamento migratório de 50 animais ligados ao actual aquecimento global, mas ainda não é certo que estas informações sejam tornadas públicas.

Submit a comment